A história de Lilith

Ela foi citada em nossas discussões na sala de aula e tem permeado a ideia inicial de uma minissérie sobre mulheres. E como deixá-la de fora?

Lilith representa a luta pela igualdade de gênero, uma vez que foi feita do mesmo material do qual Adão foi feito. Questionava o fato de sempre ficar por baixo nas relações sexuais. Saiu do paraíso e agora é associada ao mal.

Na mitologia, Lilith estava presente no Jardim do Éden antes mesmo de Eva aparecer. Por não aceitar submeter-se a Adão foi expulsa do Paraíso tendo, segundo alguns, transformado-se em Serpente, a fim de representar o papel de demônio tentador.

Lilith representa antes de tudo a busca de sua própria afirmação. É também a mulher tentadora, sedutora, e que fascina por seus poderes perturbadores. Ela é silenciosa, secreta, cortante. É aquela que os homens temem embora se sentindo atraídos por ela.

E você? O que pensa de Lilith e de que modo ela pode ser inserida em nossa “contação de histórias”? Vamos inaugurar o nosso espaço para DRs abrindo a discussão para todos os que passam por aqui. Participem, comentem!

Anúncios

Sobre Mulheres, da ideia ao projeto

“Mulheres – da ideia ao projeto” consiste na realização de uma oficina de produção audiovisual partindo da sistematização de ideias até seu plano de comercialização, com mulheres de grupos comunitários ou escolas de cinema, onde as participantes trocam suas vivências e misturam suas didáticas para construir um roteiro particular ligado ao universo feminino, com apelo universal.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

5 respostas para A história de Lilith

  1. Bezerra disse:

    Eu adoro esse personagem! A mulher que exige igualdade.
    Estava no metrô e conversava com Bianca sobre nosso principal assunto, as diversas relações entre homem e mulher e ainda mais entre casais e suas responsabilidades. Uma mulher alterada levantou e me disse: – tem peito para separar? Vai separar? Eu não pensei e ainda não penso em separar, por isso tento com meu querido marido que divido a responsabilidade de uma casa, um filho, um futuro, sonhos, uma carreira, já que trabalhamos juntos também uma vida financeira.
    Bom se eu não puder falar para essa pessoa o que espero dela, ouvir o que espera de mim e tentar impulsioná-lo a não ser resistente as mudanças da vida? Com quem farei isso?
    Espero que ao contrário de Adão, o meu marido não se canse de mim e me expulse do paraíso da Benedito Calixto, 105. Pois ainda acredito que juntos em papéis de igualdade, podemos construir um mundo bem melhor.

  2. Fabiana disse:

    Acho que “mulher que exige igualdade” define bem Lilith. Para mim, é aquela que não se importa com opinião alheia, nem com o que o seu homem pensará quando ela fizer o que tiver vontade. Lilith toma a iniciativa e está longe de ser a mocinha da história. Porque se ela se disfarçou de serpente para encrencar a rival (Eva), é capaz de qualquer coisa para ter o que quer. Lilith exibe descaradamente o mal que habita toda mulher.

  3. Mercia Britto disse:

    O que fazer quando um homem fala para esposa , “Quero parar de trabalhar para cuidar das crianças , estudar , cuidar da casa. Você pode ser a unica provedora ?”
    o que responder ????

    • Marcos Rodrigo disse:

      Infelizmente exigir igualdade é reconhecer a sua falta. Não há igualdade entre homens e mulheres. Lilith é questionadora como todos deríamos ser. Questiona aquele sistema de dominação (hoje ainda persiste essa dominação). Uma pessoa que reflete sobre seus paradigmas vai longe. Me pergunto como ter liberdade sem mudança de visão de mundo? Que mal há nisso?

      Amigas,
      segue um texto que dá outras intepretações sobre Lilith. Esse assunto é muito interressante. Abçs.

      O primeiro conflito sexual da história

      A história da tentação de Eva pela serpente trouxe para ela e todas as

      mulheres grande fardo de culpa que teria que ser expiada. Em diversas

      interpretações do mito de Eva ela é a única responsável por todos os

      males,pois teria sido a sua fraqueza que provocou a expulsão do paraíso.

      Afinal, não foi Adão o ser seduzido pela serpente e sim a sua mulher. Só que

      Eva não foi a primeira mulher de Adão. Antes dela houve Lilith,com a qual vivia

      um amor conturbado.

      Quando eles deitavam na cama para fazer sexo, na posição mais natural – a

      mulher por baixo e o homem pó cima – Lilith se impacientava e demonstrava

      o seu desagrado. Perguntava a Adão: “Porque devo deitar-me embaixo de

      ti? Porque devo abrir-me sob seu corpo?”. Adão ficava em silêncio perplexo

      e Lilith insistia: “Porque ser dominada por ti? Eu também fui feita de pó e sou

      tua igual”. Ela pedia para inverter as posições sexuais para estabelecer uma

      harmonia que deve significar a igualdade entre os dois corpos e a s duas

      almas. Adão respondia secamente que Lilith era submetida a ele, devia estar

      simbolicamente sob ele e suportar seu corpo. Lilith se irrita e vai embora.

      O resto da história é que Adão não suporta a falta de Lilith e pede ajuda a

      Deus que dá a ordem: “O desejo da mulher é para seu marido. Volta apara

      ele”. Ela não obedece e Deus a pune exterminando seus filhos. Lilith tendo

      desafiado o divino acasala-se com os diabos gerando 100 demônios por dia,

      os Lilin. Não há conclusão para a história. Lilith permanece a própria liberdade

      endemoninhada.

      Após a exclusão de Lilith, segue-se a criação de Eva. Adão foi o primeiro a ser

      modelado e Eva, só depois, e mesmo assim a partir de uma costela dele.

      Síntese do texto de:
      LINS, Regina Navarro. O primeiro conflito sexual da história. JB. 15/11/98

  4. ALEXANDRO disse:

    eu gostaria de ser ela rsrsrsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s